Notícias


Plantio já alcança 86,7%

Publicada em 23-11-2010


Mesmo com 1,1% a menos de área plantada nesta safra, 86,7% das lavouras mato-grossenses já estão semeadas, de acordo com o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), um avanço de 15,7% ante a semana passada. Apesar deste avanço, após problemas ocasionados pelas chuvas irregulares, a safra 2010/2011 segue atrasada em 6,1% em comparação a safra 2009/2010, nesta mesma época do ano. Conforme levantamento da entidade, nesta época a safra 2009/2010 encontrava-se com 92,8% de sua área semeada.

Para o diretor da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Ricardo Arioli, tal avanço no plantio é muito bom, pois a maioria dos produtores conseguiu plantar na época preferencial, que encerra hoje. “As chuvas agora estão mais regulares em Mato Grosso e isso ajudou muito no plantio da soja, contudo infelizmente a safrinha do milho ainda é um incógnita”, comenta.

Conforme Arioli, dificilmente os produtores mato-grossenses conseguiram colher soja em entre dezembro e janeiro. “A oferta de soja será pequena em dezembro e janeiro. Isso deixará o mercado volátil”, acrescenta.

Regiões - A safra 2010/2011 deve fechar mesmo com redução de 1,1% na área plantada, o equivalente a 100 mil hectares. A projeção é que Mato Grosso semeie no total 6,146 milhões hectares.

A diminuição da área, segundo o gerente técnico da Aprosoja-MT, Luis Nery Ribas, deve-se à opção de alguns produtores em deixarem de plantar a leguminosa este ano para entrar diretamente com o algodão, cujo plantio começa em dezembro, após a falta de chuvas.

A região médio-norte mato-grossense segue na frente com maior porcentagem de áreas já semeadas da safra 2011 de soja. Ao todo, a região já plantou 92,6% de seus 2,43 milhões de hectares.

O município Ipiranga do Norte segue na frente com 97% de sua área, seguido de Lucas do Rio Verde com 96%. Logo atrás surge a região oeste com 92,2%, o centro sul com 91,5%, a norte com 86,8%, a sudeste 83,3% e noroeste com 72%. Na lanterna está o noroeste com apenas 67,6% de sua área destinada ao plantio da soja semeada, segundo dados do Imea.

Autor: Viviane Petroli
Fonte: Folha do Estado