Notícias


Negócios latinos

Publicada em 08-08-2007


México é mercado promissor para a soja de Mato Grosso

A soja mato-grossense pode, em breve, ter mais um destino: o México. O país possui hoje um déficit de 700 mil toneladas de farelo por ano. “Os mexicanos demonstraram grande interesse no produto brasileiro. A deficiência em farelo representa uma grande oportunidade de negócio em um futuro próximo”, explicou o coordenador da Comissão de Desenvolvimento de Mercado da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja/MT), Ricardo Arioli Silva. Os mexicanos têm interesse especial no farelo porque produzem rações para animais a partir do produto.

O produtor de Tangará da Serra acompanhou a missão brasileira para o México. A comitiva, liderada pelo ministro da Agricultura Reinhold Stephanes, visitou investidores, instituições de pesquisas e compradores durante o período de 30/07 a 03/08. “Foram feitos muitos contatos importantes”, explicou Arioli. Ele apresentou aos mexicanos o modelo de soja responsável aplicado na produção de Mato Grosso.

As autoridades mexicanas também estão estudando leis e projetos para o uso do biocombustível. “Ainda não tem nada confirmado. Mas existe a possibilidade de que os mexicanos também comprem nosso óleo, já que a produção de soja no país é pequena”, completou Arioli.

Fonte: Retirado do portal Folha MT