Notícias


Plantio de Soja começa tímido no Mato Grosso

Publicada em 07-10-2010


O longo período sem chuvas deixou inquietos os sojicultores do Estado. Desde o último dia 15 o plantio do grão já está liberado, contudo as chuvas atrasaram cerca de 30 dias, o que alterou o ciclo de culturas no Estado. Com as primeiras precipitações já há produtor que arrisca a semeadura, mas o processo ainda está acanhado no Estado.


Logo após o término do vazio sanitário deveria ter sido plantada a soja super precoce e a safrinha de algodão, mas com a seca nada pôde ser cultivado. “A variedade que começa a ser plantada agora é a de soja precoce em ciclo médio. E o algodão tem gente que está plantando, mas são poucos”, explica o diretor administrativo da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja), Carlos Fávaro.



Aos que ainda não iniciaram o plantio Fávaro recomenda cautela para evitar prejuízos mais para frente. Como a chuva ainda não foi suficiente para umedecer o solo na maior parte do Estado pode acontecer de a germinação ser prejudicada.



“Plantar com baixa umidade é replantio na certa. O produtor deve ter paciência e só começar a semeadura quando a umidade estiver ideal, quando tiver chovido pelo menos entre 70 mm e 80 mm”, orienta ele.


Enquanto a água nos solos não atinge o nível ideal os produtores podem aproveitar o período para fazer a dessecação do solo, limpando-o de ervas daninhas e preparando-o para receber as sementes. “Esse processo faz parte do manejo e deve ser feito de 5 a 10 dias antes do plantio”, finaliza Carlos.

Fonte: Expresso MT