Notícias


Milho nosso de cada dia

Publicada em 03-08-2007


 Setor está ganhando espaço no mercado externo

O Brasil está se beneficiando da ânsia dos americanos pelo etanol. Para atender ao aumento da demanda doméstica por milho - matéria-prima para a fabricação de álcool combustível naquele país - os Estados Unidos reduziram suas exportações do produto para mercados como Irã, Portugal, Espanha e Coréia do Sul. Os brasileiros passaram a ser fornecedores desse cereal, ocupando o lugar dos EUA.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, os números relativos ao primeiro semestre mostram que as exportações de milho aumentaram 210% em relação ao mesmo período de 2006. Em quantidade, houve acréscimo de 130,2% nos embarques.

Os exportadores brasileiros conseguiram, em preço, uma receita 34,8% maior do que a obtida nos seis primeiros meses do ano passado.

As vendas ao exterior do etanol brasileiro também estão de vento em popa. A alta nos embarques foi de 98,8%, atingindo quase US$ 700 milhões em vendas. Os principais mercados para o combustível foram EUA, Países Baixos, Japão e Jamaica.

Fonte: Gazeta Mercantil