Notícias


Clima beneficia safra de grãos

Publicada em 10-12-2009


O terceiro levantamento da Conab sobre a produção de grãos no País nesta safra 2009/10, cujo plantio começou em meados de setembro, confirmou que, das grandes culturas semeadas no verão, apenas a soja apresenta incremento da área plantada na comparação com o ciclo 2009/10.

De acordo com os dados divulgados ontem (08/12), a expansão do carro-chefe do agronegócio nacional será de 6%, e boa parte dela se dará mesmo sobre áreas ocupadas pelo milho na temporada passada. Com a migração, a área de milho deverá recuar 9,8% no verão. Ainda sem considerar a prevista expansão do plantio de inverno de milho, na soma das duas safras (verão e inverno) a queda da área total do grão seria de 6,4%.

Se as estimativas se confirmarem apesar dos efeitos climáticos provocados pelo El Niño - por enquanto as chuvas têm até favorecido as plantações de milho -, a produção de soja deverá aumentar 12,9%, para mais de 64 milhões de toneladas, e a de milho, no total, deverá cair 1,7%, para cerca de 50 milhões. Nesse caso, a Conab já prevê um avanço de quase 5% da produção de milho safrinha.

Para as demais culturas destacadas no levantamento da Conab, há quedas de área plantada e de produção estimadas para algodão, amendoim, arroz, girassol, centeio e triticale. Feijão, sorgo e cevada terão áreas menores, mas produção maior. Mamona e aveia têm previsões de área e produção maiores. O trigo cai no levantamento, mas este ainda leva em conta o cenário do inverno passado .

Em geral, a Conab informou que as condições climáticas para a safra de verão 2009/10 estão favoráveis. Destaque negativo para o Rio Grande do Sul, onde as chuvas atrasaram a colheita de trigo e o plantio de culturas de verão. Segundo Antonio Sartori, da corretora gaúcha Brasoja, um terço da área de soja já semeada terá de ser replantada por causa das chuvas. O Estado é o terceiro maior produtor de grãos do país, atrás de Mato Grosso e Paraná.

Fonte: Avicultura Industrial