Notícias


Área para soja aumenta em Mato Grosso; arroz e algodão diminuem

Publicada em 09-12-2009


O balanço mostra que a produção brasileira pode atingir 140,6 milhões de toneladas motivado, principalmente, pelo plantio da soja, cultura esta que mais tem apresentado crescimento no país. Até o segundo estudo divulgado, o estimado oscilava entre 139,04 milhões e 141,69 milhões de toneladas.

A estatal, no entanto, mantém Mato Grosso na vice-liderança nacional com uma produção de 27,7 milhões de toneladas, recuo de 2% em relação ao ciclo 2008/09. A liderança é exercida pelo Paraná onde o produto final pode alcançar 28,8 milhões, crescimento 15,8% frente ao 2008/09.

Conforme a companhia, em Mato Grosso deve-se verificar um aumento de 311,2 mil hectares na área da soja. Entre os fatores apontados como responsáveis pela expansão estão o menor custo por hectare, comparativamente ao do milho, principal concorrente, o baixo preço pago pelo milho; maior liquidez, cultura mais resistente a estiagem e o cultivo menos oneroso do que o do milho.

Se os números da Conab se confirmarem, em Mato Grosso a área cultivável com a oleaginosa pode chegar a 6,1 milhões de hectares, o que representa 5,3% a mais que 2008/09 quando foi de 5,8 milhões de hectares. Já a produção pode alcançar 18,6 milhões de toneladas, volume 3,8% superior ao ciclo passado.

No tocante à cultura do arroz a queda na área plantada deve ser de -8%. Conforme aponta a Conab, tal fato deve ocorrer devido a substituição pela cultura da soja que tem mais liquidez no mercado. O algodão também deve retrair 7%.

Fonte: Agronotícias