Notícias


Produtor prevê crescimento da safra de soja de Mato Grosso

Publicada em 02-10-2009


Em 2008/09, o Mato Grosso, maior produtor do Brasil da oleaginosa, colheu 17,4 milhões de toneladas, segundo o Imea, órgão ligado à federação da agricultura do Estado (Famato).

No seu novo levantamento, o Imea aumentou para 5,86 milhões de hectares a estimativa de plantio em Mato Grosso, ante 5,85 milhões de hectares na previsão anterior, que ainda não contava com números de produção.

A ser confirmada a projeção do Imea, a área deve aumentar 2,9 por cento na comparação com 08/09.

Os números do Imea para a safra passada são menores do que os previstos pelo Ministério da Agricultura, que ainda não divulgou dados para a nova temporada, o que será feito na próxima quarta-feira.

Consultorias privadas avaliam que a safra mato-grossense crescerá mais do que prevê o Imea.

A Agência Rural, por exemplo, estima em um plantio de 5,95 milhões de hectares, crescimento de 2,1 por cento ante 08/09, o que seria a terceira maior semeadura da história, atrás apenas das temporadas 05/06 e 04/05.

"A soja cresce um pouco sobre áreas de algodão, que cai, e também em áreas marginais e de pastagens", declarou o analista da Agência Rural Eduardo Godoi.

Não havia ninguém do Imea disponível para comentar os números.

O recorde de plantio em Mato Grosso, que responde por cerca de 30 por cento da safra de soja nacional, foi registrado em 05/06, com mais de 6 milhões de hectares.

PLANTIO AVANÇA

De acordo com o analista, o plantio em Mato Grosso está mais adiantado na comparação à temporada anterior, após um bom volume de chuvas ter sido registrado em setembro. Segundo a Somar Meteorologia, o Estado recebeu precipitações acima da média no mês passado .

Até a semana passada, o Imea apontava que 4 por cento da área estimada já havia sido plantada, percentual que só foi alcançado em 5 de outubro do ano passado.

A consultoria deve fazer novo levantamento de plantio na sexta-feira, mas avalia que o percentual plantado pode ter dobrado em relação à semana anterior.

No Sul do país, outra importante região produtora, o plantio só deve começar este mês, no Paraná, segundo produtor nacional.

Fonte: O Globo