Notícias


A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) negociou hoje 90,20% das 500 mil toneladas de milho of

Publicada em 22-07-2009


A oferta era de 80 mil toneladas de milho de Goiás e do Distrito Federal, 100 mil t de Mato Grosso do Sul, 60 mil t do norte de Mato Grosso, 200 mil t do Médio-Norte de MT e 60 mil t do sul de MT. Segundo a Conab, houve demanda de 100% em praticamente todas as praças. A exceção ficou por conta de Mato Grosso do Sul, que comercializou apenas 51,02% da oferta, um total de 51,020 mil toneladas.

Conforme o edital 212/09, os prêmios são de R$ 0,036/kg para o DF/GO, de R$ 0,091/kg para o norte do MT, de R$ 0,081/kg para o Médio-Norte de MT, de R$ 0,071/kg para o sul de MT e de R$ 0,046/kg para MS. O preço estabelecido pelo governo é de R$ 16,50/saca para Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso do Sul e de R$ 13,20/saca para Mato Grosso. O cálculo da Conab é o de que, com o leilão, o governo desembolse R$ 19,891 milhões, com praticamente 50% deste valor (R$ 10,040 milhões) destinado à região Médio-Norte de Mato Grosso.

No leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro), produtor rural ou sua cooperativa recebe uma subvenção do governo para equalizar a diferença entre os valores de referência e os preços vigentes no mercado.

Fonte: Último Segundo