Notícias


Segunda maior produção da história de soja do Estado de Minas Gerais, impulsionado pelo crecismento

Publicada em 08-05-2009


Minas Gerais deverá colher neste ano a segunda maior safra de soja da história no Estado. Segundo o levantamento divulgado nesta quinta-feira (07) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção das lavouras mineiras de soja em 2009 será de 2,66 milhões de toneladas.
O volume representa 5% de crescimento em relação ao ano passado e fica atrás apenas da produção colhida em 2005, que foi de 3 milhões de toneladas.
O aumento da produção mineira foi impulsionado pelo crescimento da área plantada que nesta safra foi de 903 mil hectares, 3,8% maior em relação à safra anterior. A produtividade média das lavouras também cresceu: 1,3%. Por outro lado, a safra nacional do grão vai apresentar uma redução de 4% na produção e de 5,5% na produtividade das lavouras. Segundo a Conab, a redução da produtividade nacional foi provocada pela queda do uso de fertilizantes e pela estiagem no Paraná.
Minas Gerais ocupa o quinto lugar na produção nacional de soja. Os municípios que mais investem na cultura estão concentrados no Triângulo Mineiro, Noroeste e no Alto Paranaíba.
Nos primeiros três meses deste ano, a exportações mineiras do complexo soja (grão, farelo e óleo) crescerem 45%, movimentando US$ 48,4 milhões, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
O mercado internacional da soja está aquecido, graças à demanda chinesa pelo produto e à quebra de safra da Argentina, explica o superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, João Ricardo Albanez. Na segunda quinzena de abril, o preço da saca da soja em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, apresentou valorização de 5,8% em relação à primeira quinzena.
Corredor de exportação - Em abril, a Ferrovia Centro-Atlântica/Vale, em parceria com o Governo de Minas, inaugurou o Terminal Intermodal, em Pirapora, na região Norte, para o escoamento da produção mineira dos grãos cultivados no Noroeste. A estrutura permite o escoamento da safra colhida na região até o Porto de Tubarão (ES).
Todo o projeto, que recebeu R$ 300 milhões da Vale, tem estimativa de geração de cerca de 20 mil empregos em toda a cadeia produtiva. O projeto do corredor logístico para exportação inclui silos, estacionamentos para carretas e a possibilidade de movimentar um milhão de toneladas por ano. O Governo de Minas está pavimentando diversos trechos das rodovias estaduais que ligam os municípios produtores do Noroeste ao terminal de Pirapora.
Safra de grãos e café - O levantamento da safra 2009 divulgado pela Conab informa que a produção total de grão no Estado deve se manter estável neste ano, com queda de apenas 0,3% em relação a 2008. A colheita será de 10,19 milhões de toneladas. O milho, a soja e o feijão são os principais grãos cultivados em Minas Gerais.
Já a estimativa da Conab para a safra de café em 2009 aponta que em Minas, a produção vai alcançar 19,2 milhões de sacas (60kg). Este volume equivale a 49,2% da produção total de café do Brasil, estimada neste ano em 39,1 milhões de sacas.
Minas Gerais apresenta, segundo a estimativa, uma redução de safra de 19,3% em relação ao ano passado. Segundo João Ricardo Albanez, a redução dos números da cafeicultura ocorre por causa da bianualidade da cultura, com alternância de safra alta em um ano e retração no ano seguinte. As informações são da Secretaria de Agricultura de Minas Gerais.


Fonte: Último Segundo - Safra