Notícias


Agronegócio:circuito reforça proposta de integração lavoura-pecuária em Minas Gerais

Publicada em 20-04-2009



Produtores rurais, técnicos e pesquisadores vão se encontrar na Fazenda Experimental da Epamig em Oratórios, na Zona da Mata (MG), para analisar os benefícios do sistema de produção integrada lavoura, pecuária e floresta. O encontro, que será realizado na quinta-feira (23), a partir das 13h30min, vai contar com a participação do secretário da Agricultura, Gilman Viana, e marca o lançamento do 2 Circuito Zona da Mata de Integração Lavoura, Pecuária e Floresta. O secretário vai analisar, entre outros aspectos, as vantagens da produção de florestas pelo sistema integrado.
A inclusão desse setor é uma proposta da Secretaria da Agricultura de Minas, já que em outros Estados predomina a conjugação de lavoura e pecuária.

Segundo Gilman Viana, floresta plantada é uma atividade econômica atraente. Dados da Secretaria mostram que Minas Gerais é o Estado com maior área nessa atividade (mais de 1,2 milhão de hectares) e, segundo o secretário, vem desenvolvendo modelos que viabilizam oportunidades para os diversos tamanhos de produtores e propriedades de maneira sustentável.

Ele acrescenta que um dos grandes instrumentos para a obtenção da sustentabilidade é o gerenciamento de atividades compartilhadas de cultura de florestas e outras culturas já conhecidas na produção básica da agricultura brasileira. Assim, além de estimular o plantio de floresta adensada, estimula-se e orienta-se o plantio de floresta consorciada com pastagem e com a agricultura. Esse modelo recebeu o nome de integração, que pode ser de floresta e pecuária, ou floresta e lavoura, ou ainda de lavoura, pecuária e silvicultura.

Fonte: Último Segundo