Notícias


Trigo sobe mais de 4%

Publicada em 06-03-2009



Os preços do trigo tiveram a maior alta em quase dois meses devido à especulação de que uma recuperação no mercado de ações vai estimular os compradores comerciais de grãos a fazerem compras antes que os preços subam mais.

O Standard & Poor""s 500 Index subiu 2,6% e o Reuters/Jefferies CRB Index de 19 matérias-primas teve a maior alta em cinco semanas devido a sinais de que a China vai aumentar as medidas de incentivos. Até anteontem, os índices futuros do trigo haviam caído 54% no último ano. Os contratos de trigo com vencimento em maio encerraram o pregão de ontem na Bolsa de Chicago (CBOT) em US$ 5,23 o bushel, alta de 4,2%

Os preços da soja e do milho subiram ontem pelo segundo dia consecutivo devido aos rumores de que o plano da China de estimular os gastos vai incentivar o crescimento econômico do país. O bushel da soja fechou em US$ 8,6850 (maio) e o milho (março), em US$ 3,5525.

O primeiro-ministro Wen Jinbao vai anunciar um novo pacote de incentivo hoje em um discurso à assembléia legislativa do país, disse Li Deshui, ex-diretor da agência de estatística. O índice de produção da China subiu pelo terceiro mês em fevereiro, aumentando a evidência de que os gastos estão reanimando o crescimento.

"A economia da China parece estar voltando a se expandir", disse Roy Huckabay, vice-presidente executivo do Linn Group em Chicago. "Uma economia controlada como a China consegue se recuperar muito mais rápido que uma economia de mercado livre".

Fonte: Gazeta Mercantil