Notícias


Semana termina com alta de 13% no preço da soja em Mato Grosso

Publicada em 19-01-2009


Levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (Imea) mostra que na quinta-feira o produto foi cotado a R$ 42,3 em Primavera do Leste, ante o valor de R$ 37,30 na mesma cidade no dia 15 de dezembro de 2008. A variação é uma consequência da recuperação da commodity no mercado internacional, depois de um começo de semana preocupante para os sojicultores.

O diretor da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Ricardo Tomczyk, explica que a reação é consequência de intempéries climáticas no Sul do país e na Argentina, onde a seca vem prejudicando a lavoura da oleaginosa. "Hoje podemos dizer que o preço do grão está em recuperação e com indicativo positivo já que houve alta nos últimos dias", ressalta ao acrescentar que a cotação se refere a produtos que serão entregues em aproximadamente 15 dias.

Um evento que pode prejudicar a produção da oleaginosa no Estado é a ferrugem asiática. Esta semana foi confirmada a ocorrência do sétimo foco da doença, desta vez em lavoura de Sorriso. Também houve ocorrências da praga nas cidades de Sapezal, Primavera do Leste, Canarana, Novo São Joaquim, Santo Antônio do Leste e Campo Novo do Parecis. O diretor afirma que o aparecimento da ferrugem nesta época é normal e que quantidade de focos está dentro do esperado, porém não deixa de gerar preocupação aos produtores. "Precisamos providenciar o tratamento para que não se espalhe".

Já a comercialização antecipada de soja está praticamente travada na comparação com o desempenho das negociações em 2008. Tomczyk diz que atualmente o percentual já vendido está em 30% ante 60% no mesmo período do ano passado. "Isso porque houve muita especulação no final do ano passado com relação à oferta e demanda pelo produto. Sem contar a falta de crédito, o que fez com que muitos vendessem no mercado de curto prazo".

Fonte: A Gazeta