Notícias


Chuvas no trimestre serão regulares no centro-oeste

Publicada em 17-11-2008


As chuvas serão regulares nos meses de novembro, dezembro e janeiro, favorecendo a agricultura da Região Centro-Oeste. A informação é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que prevê a normalização do volume de chuvas no último trimestre do ano, diferente do que foi registrado em outubro.

Mês passado, houve acúmulo de 40 milímetros, muito abaixo da média histórica, 170 milímetros.

Já na primeira semana de novembro a marca pluviométrica ultrapassou os 50 milímetros, para o Centro-Oeste. A previsão é que as chuvas normalizem e atinjam a média, 280 milímetros.

Em Goiás e Distrito Federal a intensidade de chuvas até janeiro será de 600 a 800 milímetros, cerca de 200 a 250 milímetros ao mês. O volume é considerado ideal para a agricultura. O índice pode chegar a 900 milímetros, em Mato Grosso, somando os meses de novembro, dezembro e janeiro.

Para o meteorologista do Inmet, Mozar de Araújo Salvador, assim como as chuvas, as temperaturas no Centro-Oeste estarão dentro ou um pouco acima da média (podem atingir 1 ou 2 graus acima da média). Episódios de calor e temperaturas até 6 graus mais altas, como presenciamos no mês de outubro, não ocorrerão nos próximos três meses. As informações são do Inmet/Mapa.

Prognóstico climático trimestral: O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), baseado nas informações médias do clima, elabora prognósticos trimestrais para as estações do ano (verão, outono, inverno e primavera). A partir de 1997, passou a realizar mensalmente, em sua sede em Brasília, reuniões com especialistas dos dez distritos de meteorologia, para a elaboração e divulgação do Prognóstico Climático Mensal. A partir de 2004, por meio de ação integrada entre o Inmet e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Prognóstico Climático passou a ser feito em consenso pelas duas instituições e o resultado é uma informação única

Fonte: Último Segundo