Notícias


Menos soja em MT

Publicada em 14-10-2008


Estas informações fazem parte do primeiro levantamento deste ano realizado pela Globalsat, empresa que se dedica à produção de estatísticas e monitoramento agrícola no Centro Oeste.

Segundo Leandro Fabiani, diretor técnico da empresa, as informações captadas por satélite indicam uma redução de pelo menos 650.000 ha de soja em relação ao ano passado. Consultado sobre a metodologia, o engenheiro agrônomo explica que nesta época a preparação de solos, dessecação e outros tratos culturais que antecedem o plantio podem ser identificados e quantificados a partir de imagens de satélite e a leitura do sistema de monitoramento indica que existem porções nas fazendas que ainda não receberam absolutamente nenhum tratamento.

"Provavelmente esteja acontecendo um processo seletivo feitos pelos produtores onde as áreas de menor retorno em termos de produtividade estejam sendo deixadas para serem trabalhadas mais tarde, se houver recursos, ou até mesmo não cultivadas", comenta.

Além dos indicativos de redução de área ainda existe o agravante da redução de investimentos em insumos, principalmente fertilizantes, o que certamente comprometerá a produtividade final da soja no estado. "Poderemos estar deixando de produzir 3,5 milhões de toneladas de soja este ano no Mato Grosso", afirma o diretor técnico da Globalsat.

Os mapas com Indicativo Geográfico (IG) da soja no Mato Grosso que descrevem as regiões e a redução de área podem ser solicitados pelo email globalsat@globalsat


Jornal O Parlamento