Notícias


Exportações de básicos cresceram 50,5%, divulga MDIC

Publicada em 23-09-2008


As exportações brasileiras registram, até a terceira semana de setembro, um incremento nas três categorias de produtos. Segundo as informações divulgadas hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as vendas de produtos básicos aumentaram 50,5% em relação a setembro do ano passado, com destaque para minério de ferro, petróleo em bruto, carne suína, bovina e de frango, fumo em folhas, soja em grão, café em grão e farelo de soja.

Os embarques de semimanufaturados cresceram 37,8% - em função de semimanufaturados de ferro e aço, óleo de soja em bruto, ferro fundido, celulose, ligas de alumínio e ferro-ligas. Já as exportações de manufaturados aumentaram apenas 5,6% - principalmente, módulos para plataforma de exploração de petróleo e gás, fio-máquina de ferro e aço, etanol, autopeças, automóveis, máquinas para terraplanagem e bombas e compressores.

Até o dia 21 de setembro, as exportações totalizam US$ 13,981 bilhões e registram média diária de US$ 932,1 milhões, valor 25% maior que o desempenho médio diário das exportações em todo o mês de setembro do ano passado (US$ 745,6 milhões).

Nas importações, houve elevação em relação a setembro de 2007 nas compras de produtos siderúrgicos (78,8%), adubos e fertilizantes (68,9%), automóveis e partes (50,7%), instrumentos de ótica e precisão (47,5%), produtos químicos orgânicos e inorgânicos (45,4%) e farmacêuticos (40,8%). As importações acumulam no mês US$ 11,590 bilhões, com média diária de US$ 772,7 milhões, um crescimento de 37,3% sobre o desempenho médio diário apresentado no mesmo mês do ano passado (US$ 562,6 milhões).

O superávit comercial apresentado até a terceira semana de setembro foi de US$ 2,391 bilhões, com média diária de US$ 159,4 milhões. O saldo está 12,9% menor que o superávit médio diário registrado em todo o mês de setembro de 2007, que foi de US$ 183 milhões.

No acumulado do ano, as exportações totalizaram US$ 144,824 bilhões, com média diária de US$ 795,7 milhões, aumento de 29,6% sobre o resultado no mesmo período do ano passado. As importações somaram US$ 125,526 bilhões, com média diária de US$ 689,7 milhões, uma alta de 52,5% em relação à média diária verificada no mesmo período do ano passado. O superávit comercial no ano está acumulado em US$ 19,298 bilhões e média diária de US$ 106 milhões, resultado 34,3% menor que o saldo médio diário apresentado no mesmo período do ano passado (US$ 161,4 milhões).

Agência Estado