Notícias


FAO prevê oferta apertada de grãos até 2017

Publicada em 30-05-2008


A oferta de grãos deve continuar apertada nos próximos anos, segundo projeção da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês) divulgada hoje para o período até 2017.

O aumento da demanda por grãos até 2017 será impulsionado principalmente pela expansão da indústria de biocombustíveis e de pecuária, disse a FAO.

Até 2017, cerca de 40% do milho norte-americano pode ser utilizado na produção de etanol, enquanto a produção mundial de carne deve crescer aproximadamente 2% por ano, estimulada em grande parte pelo avanço da demanda em mercados emergentes.

Os preços futuros do milho negociados em Chicago subiram cerca de 55% nos últimos seis meses, e os preços do trigo mais que dobraram em 2007. As altas foram desencadeadas por prejuízos causados às lavouras em conseqüência de clima desfavorável, aumento da demanda e estoques globais reduzidos.

No entanto, apesar da pressão contínua da demanda nos mercados de grãos, a FAO prevê que os preços irão recuar de forma gradual, pois alguns dos fatores que originalmente impulsionaram os mercados já estão sendo aliviados.

"Mas há bastante razão para acreditar que agora há também fatores permanentes sustentando os preços. Eles irão manter as cotações em níveis médios mais altos do que no passado e reduzir a queda no longo prazo em termos reais", afirmou a organização. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado