Notícias


Commodities

Publicada em 26-04-2008


Brasil está preparado para crise de alimentos, dizem analistas

A alta mundial dos preços dos alimentos não deve ter reflexos em termos de oferta para o brasileiro. A opinião é de analistas que apontam a produção interna brasileira como diferencial que pode fazer o País até lucrar com a situação, já que pode exportar em tempos de supervalorização das cotações deste tipo de commodity.

Para Mauro de Rezende Lopes, pesquisador do Centro de Estudos Agrícolas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Brasil, salvo problemas com o trigo, está seguro com relação à demanda de alimentos para 2008. Segundo dados apontados por ele, o País dispõe até de um excedente de alguns produtos para exportação.

"Além do suprir o consumo interno, nós ainda podemos exportar 11 milhões de toneladas de milho, 26 milhões de toneladas de soja, 13 milhões de toneladas de farelo e 2,1 milhões de toneladas de óleo de soja", afirmou.

Segundo Antônio Márcio Buainain, professor do Instituto de Economia da Unicamp, apesar do aumento dos preços dos alimentos, não há risco de faltar comida nas prateleiras de supermercados, mercearias e padarias.

Fonte: Terra