Notícias


Área da safrinha cresce 3,3% em MS

Publicada em 14-04-2008


O plantio do milho safrinha atrasou em Mato Grosso do Sul. Muitos agricultores terminaram o trabalho há poucos dias. Agora torcem por uma ajuda do tempo para conseguir uma boa produção.

O milho na propriedade do agricultor Ademir Álvares completa 35 dias. O produtor conseguiu terminar o plantio na data indicada pelo Ministério da Agricultura, mas para isso teve de acelerar a colheita da soja mesmo com as chuvas.

“Mesmo molhado, já foi plantando em seguida”, disse seu Ademir.

O seu Ademir este ano é uma exceção. De acordo com a maior cooperativa de grãos do Estado, setenta por cento dos produtores rurais plantaram milho safrinha bem mais tarde do que a data prevista pelo zoneamento agrícola, que foi o dia 10 de março. A média é de 20 dias de atraso.

O agricultor Antônio de Souza já está na torcida para que o clima seja bom na safrinha. O perigo de geada, para ele, ainda é maior. Os últimos 25 hectares da propriedade foram cultivados há apenas uma semana. Os pés ainda começam a brotar.

“Se tivesse plantado um pouco mais cedo e geasse mais tarde, talvez tirava ele melhor. Mas acho que não vai gear não. Torcer para não gear”, falou Souza.

O milho deve ocupar 765 mil hectares em Mato Grosso do Sul nessa safrinha, de acordo com a previsão da Companhia Nacional de Abastecimento.

A área de milho safrinha em Mato Grosso do Sul cresceu 3,3% em relação ao ano passado.

Fonte : Globo Rural