Notícias


Mesmo com atraso colheita será recorde

Publicada em 28-11-2007



Apesar do atraso no início do plantio da safra de grãos, o País deverá ter uma colheita recorde. Segundo estimativas da consultoria Safras & Mercado, a produção brasileira deverá ficar em 138,44 milhões de toneladas, um aumento de 4% em relação à anterior. As projeções da empresa são mais otimistas que as oficiais. De acordo com o governo, a colheita brasileira será de 135,5 milhões de toneladas, 2,9% a mais que a safra 2006/07.


Segundo a Safras & Mercado, parte do atraso inicial já foi praticamente compensada. Pelos números da consultoria, o cultivo mais avançado é o do arroz: 90% - ante a 95% no mesmo período do ano passado. Para o milho, o plantio chega a 79% - para 86% em 2006 - e para a soja, 74%- 77% na mesma época do ano passado.


"A grande questão é o aumento de área, avaliado em 4%", diz Flávio França Júnior, diretor da Safras & Mercado. A empresa prevê uma superfície plantada de 46,8 milhões de hectares. De acordo com ele, é este incremento que garante a projeção recorde na colheita. Júnior explica que as estimativas foram feitas a partir de produtividades normais - e não excepcional, como na safra passada, em algumas culturas.


De acordo com o diretor da Safras & Mercado, o aumento da área plantada é resultado dos preços internacionais mais altos. "O motivo básico é a recuperação de preços, tirando o algodão", acrescenta. Ele lembra, no entanto, que o câmbio ainda é um problema para o setor.


A Safras & Mercado prevê colheitas recordes em soja e milho. Pelas estimativas da consultoria, o Brasil vai produzir 60,4 milhões de toneladas de soja - volume 2% superior à passada. Para o milho, a expectativa é de 51,9 milhões de toneladas - 4% a mais. França Júnior lembra, no entanto, que a produção ainda está "em aberto", pois não terminou de ser plantada e tem a questão climática. " É um ano de La Niña e, portanto delicado", afirma. Segundo França Júnior, ainda é cedo para prever perdas devido ao clima.


Fonte: Agronotícias