Notícias


UE libera milho e beterraba transgênicos

Publicada em 25-10-2007




A União Européia (UE) aprovou variedades transgênicas de milho produzidas pela Monsanto Co., Dow Chemical Co. e DuPont Co., além da beterraba açucareira da Monsanto, expandindo o mercado de produtos agrícolas transgênicos e superando a oposição local.

A UE concedeu autorizações de 10 anos para o emprego em alimentos e rações animais a duas variedades de milho da Dow-DuPont, a um tipo de milho da Monsanto e a uma beterraba açucareira desenvolvida pela Monsanto e pela KWS Saat AG. A Comissão Européia, o braço regulatório da UE, composta de 27 países, aprovou os produtos depois que os governos se mostraram divididos sobre essa questão.

"Todos os organismos transgênicos receberam avaliações positivas quanto à segurança", disse a comissão em comunicado emitido hoje em Bruxelas. As autorizações seguem-se a análise da UE, que, em alguns casos, se estendeu por quase dois anos, num processo qualificado como lento pelos EUA.

A comissão tenta garantir a aprovação de produtos para o mercado mundial de sementes agrícolas transgênicas, que movimenta US$ 6 bilhões, com a resistência de países como Itália, Polônia, Hungria, Áustria, Grécia, Chipre e Luxemburgo. Pesquisas mostram que mais de 50% dos consumidores europeus se opõem a essas categorias de alimentos, por temer desenvolver resistência a antibióticos e o surgimento de "superervas daninhas" imunes a herbicidas.

"A aprovação de hoje é animadora e estamos ansiosos pela continuidade dos avanços na aprovação de transgênicos pela UE", disse Dean Oestreich, vice-presidente da DuPont. A UE encerrou uma moratória de seis anos sobre novos produtos transgênicos em 2004, depois de enrijecer as regras de rotulagem. Desde então, a UE aprovou a importação de alguns produtos transgênicos para uso em alimentos e rações.

Fonte: Agronotícias